quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Gatinha #10

3 resoluções pautam o projeto Felinos Urbanos.

A primeira delas é ajudar o maior número de animais com a castração.
A segunda é nunca ultrapassar o orçamento disponivel em um mês, para não colocar em riscos as castrações seguintes.
E a terceira é não medir esforços para capturar e esterilizar animais quando houver recursos para isso.

As tentativas de captura da #10 se iniciaram a partir do momento em que doações foram feitas para o projeto.

Ela é uma gata que nasceu e vive em um matagal proximo a minha casa, com aproximadamente 2 anos de idade que sempre está prenhe ou com filhotes, mas esses filhotes nunca são vistos com mais de poucos meses de idade, indicando que talvez nenhum tenha alcançado a maturidade.

Apesar de ser alimentada regularmente, ela e seus filhotes são gatos ferais, pois nunca foram tocados por humanos. A #10 é o tipo de gata que avança e rosna para nós.

Em 16/10/2011 à noite fiz minha primeira tentativa. Chegando ao local ainda havia comida, mas resolvi arriscar quando ela se mostrou interessada na sardinha da isca. Os filhotes deram surgiram do matagal e, ingenuos, entraram na armadilha. Dois foram pegos, mas tive que soltá-los. Aqui em São Luís apenas a Dra.Micheline ( da AMADA - Associação Maranhense de Defesa dos Animais ) realiza cirurgia pediatrica, mas apenas com marcação, uma vez ao mês. E lidando com gatos ferais, infelizmente não é possivel esperar.

#10 e seus filhotes, aproximadamente uns 3 meses de idade
Fiquei até 1:00 da manhã com esperança que a gata entrasse na gatoeira, mas em vão. O mesmo se seguiu na segunda-feira.

Na terça à noite após a passagem do caminhão do lixo, quando a rua estava calma, por volta das 23:00 resolvi descer e armar a gatoeira novamente. Quase meia noite ela finalmente foi atraída pelo atum em oleo e foi capturada!

Ela tentou avançar em mim, tentou fugir de todas as maneiras possiveis ganhando alguns machucados superficiais no rosto, então resolvi transferi-la logo para a caixa de transporte, onde ela não iria se ferir mais.

na gatoeira, rosnando pra mim :D

A #10 só não foi pior que o #9 em termos de ferocidade. Quando tentamos anestesiá-la, ela voou em minha direção e saiu da caixa. Dei um baile, correndo de um lado de outro, avançando em nós e rosnando, tentando escalar as paredes de azulejo, até que foi pega com duas toalhas grossas enroladas em seu corpo.

E hoje ficou mais claro o quanto o projeto necessita de um cambão e uma rede para que o manejo desses animais cause o menor stress possível.

Uma vez anestesiada, a cirurgia foi um sucesso :)


marcação na orelha um pouco maior, pois além dela existem mais 2 gatos branco-e-pretos na região
dormindo confortavel, esperando estar 100% de volta da cirurgia antes de ser solta
Ficha da #10

Esta gatinha #10 é o resultado de todo o apoio e confiança que as pessoas colocaram no projeto Felinos Urbanos.

Mesmo que as dificuldades sejam inúmeras, o projeto permanece firme pelas palavras de incentivo e doações que são mandadas, por poucas mais queridas pessoas de perto e de longe que compartilham o desejo e esperança de um dia melhor para esses animais.  

Também quero agradecer ao Dr.Jairo e Dr.João Carlos, pelas cirurgias de alta qualidade e tratamento humano que oferecem a estes gatos, por mais dificeis que eles sejam. 
Sem eles o projeto seria apenas um rabisco no papel, pois mãos veterinárias habilidosas são essenciais para desenvolvê-lo. 

Com a castração da #10 inicia-se o controle de uma segunda colônia em São Luís.

Que ela seja a primeira de várias dezenas ajudadas :)

5 comentários:

  1. Sabe, eu estava pensando em usar o folheto com o nome do projeto e a conta para doações (ou então criar um folheto com mais informações) para colocar nos murais do departamento de biologia da ufma (eu faço o curso). Essa divulgação pode não resultar em nada, mas acho que qualquer doação já ajuda. Então eu posso imprimir e xerocar, depois espalhar os folhetos, assim como divulgar pessoalmente! E eu mesma quando puder vou doar!

    Continue com o belo trabalho...

    Se vc der ok, posso espalha os folhetos.

    ResponderExcluir
  2. acabei de mandar um folheto para o email disponivel na sua conta do blog :)

    desde já obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Recebido!

    Colocarei em breve nos murais, valeu!

    ResponderExcluir
  4. Não entendi o porque do corte ou marcação na orelha??

    ResponderExcluir
  5. dê uma lida :) http://felinosurbanos.blogspot.com/2011/10/identificacao-nas-orelhas.html

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.