domingo, 27 de novembro de 2011

Gatinho #23 e Gatinha #24

Sexta-feira à noite tornou-se dia oficial de captura. Aproveito a disposição e boa vontade das moças que alimentam as colônias - e a carona - para tentarmos capturar quantos gatos possivel dentro das verbas disponiveis naquela semana. 

A maior dificuldade, no momento, é a captura dos machos, já que eles saem andando sem o menor padrão e não tem um ponto fixo para alimentação, ou seja, nunca sabemos onde eles estão. 

Ao mesmo tempo, o preço dos machos é bem mais barato do que as femeas, se eles colaborassem seriam mais machos castrados em menor tempo, com maior aproveitamento dos recursos e doações para o projeto. 

Por isso é importante começar a castrar também os filhotes com mais de 4 meses de idade, para que não aumentem o número de machos andarilhos, reproduzindo não somente pelas colonias, mas com quantas femeas encontrarem pelo olfato, longe ou perto. 

O #23 é o filhote do #14 com uma gata branca que ficam, juntamente com outro filhote, em outro terreno de matagal. Ambos tem aproximadamente 5 meses de idade, sendo o outro filhote bem maior.

O #23 foi capturado depois de várias tentativas em outros pontos com machos pelas redondezas, sem sucesso, mas foi engraçado como ele, filhote e inocente, ficou tão entretido pela isca que nem percebeu quando me aproximei e bati na portilhona, fechando a gatoeira.

Ele chorou, chamou a mãe que ficou rosnando do outro lado - o #14 se escondeu assim que eu apareci - até que, com a lanterna, confirmei o sexo, a existencia dos dois testiculos e o transferi para a caixa, ainda miando alto.

Aqui em casa, em um local escuro e calmo, ele adormeceu, mas logo que me aproximei começou a chamar a mãe. Não precisei contê-lo com a placa de ferro, apenas o segurei com a luva para ser anestesiado :)

Com esse gatinho também iniciamos a identificação de orelhas dentro dos padrões internacionais :) 
Mais de 20 gatos atendidos, podemos nos considerar "gente grande". Os gatos da cota social do projeto, de pessoas carentes, continuará com a marcação triangular, mas também nas orelhas esquerdas. 

O corte da ponta da orelha é mais simples, mais dificil para que os gatos coçem, estanca em poucos segundos - o do #23 nem ao menos sangrou - e torna a visualização dos gatos castrados mais simples :)

metade da mãe, metade do pai :D
menininho lindo :)
bem sujinho
castração concluída :)
marcação internacional de gatos castrados em C.E.D :)

A noite estava devagar e já estavamos voltando para casa quando vimos duas femeas - uma delas ( que apelidamos de "cara preta" ) na semana passada estava na companhia de um macho - revirando o lixo e resolvemos tentar a sorte. 

E a sorte estava do nosso lado :) 
Faminta, a #24 entrou em pouco tempo, fechando a sexta-feira com chave de ouro :)

cara-preta linda :)
gatinha jovem, aproximadamente 1 ano
cirurgia finalizada :)
3 pontinhos :)
orelha marcadinha :)
Durante a cirurgia a #24 foi mais uma com problemas no utero devido a crias sucessivas e o dela foi o pior de todos os casos.

Vou me concentrar nas femeas da colonia nas próximas capturas, filhotes ou adultas, para controlar logo a população da area. Alguns machos permanecem por perto esperando que as femeas entrem no cio e como não terá o risco de reprodução, podemos capturá-los com mais calma :)

Hoje a noite a #25 e #26 foram capturadas e serão levadas para o Dr.João Carlos amanhã cedinho. Recebemos duas doações preciosas, que somavam a castração de dois machos, mas foram duas meninas que entraram na armadilha.

Nunca soltar ( pois os gatos aprendem a evitar a armadilha ) e castrar todos que possam já ser operados é uma de nossas regras, apesar do desespero que bateu na hora ao descobrir os sexos, mas vamos dar um jeito :)

Desde já convido a todos que quiserem ajudar, com qualquer quantia. 

Ainda existem 3 femeas em uma mesma rua, 1 em um ponto isolado, a mãe e irmã (o) do #23 e 2 em uma rua mais afastada - uma delas, a mãe do #26 com mais 2 filhotinhos - e mais uma branca, ou seja mais 10 animais para serem castrados, fora os filhotes que ainda não avistamos. 

Além disso, temos pelo menos 5 gatos de pessoas carentes já na fila para serem esterilizados.

Apesar da meta do projeto ser de #30 animais em 2011, vamos fazer quantos possivel, de acordo com nossas possibilidades e as doações e apoio de vocês, que acreditam em nós, faz toda a diferença na vida poupada desses gatinhos :)

Mais uma vez agradeço imensamente a quem nos ajuda! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.