segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Gatinhos #40, #41, #42 e #43

"Eu estou farta de aceitar limites
Só porque alguém diz que eles existem
Algumas coisas não posso mudar
Mas até eu tentar, nunca saberei
Por muito tempo eu fiquei com medo (...)

Eu estou desafiando a gravidade
E você não irá me colocar para baixo"

*Defying Gravity - Wicked*

E o projeto continua, com sucesso :)

Ontem a noite tentei novamente capturar os filhotes restantes da #10, mas novamente sem sucesso. 
Depois de uma hora inteira esperando que ao menos se interessassem pela isca, resolvi tentar a sorte no terreno onde capturei o #39. E assim que chegamos, avistamos o #39 e mais 3 gatinhos dando sopa. 

Armando a gatoeira, não demorou muito para que eles se aproximassem. E em menos de 15 minutos, duas capturas :)

O #40 é um gato lindo e muito bem cuidado para um macho feral, jovem ainda, não deve ter se colocado em muitas brigas para reprodução.




#40 na caixa, achavamos que tinhamos espantado os outros gatos com a transferencia do gatinho, mas logo a escaminha apareceu e resolvemos tentar. E foi a captura em sequencia mais rapida do projeto :) 

15 minutos depois, tinhamos a #41 :)

linda menina feral :)
cirurgia finalizada :)
2 pontinhos

Antes de irmos para este terreno e tentarmos a sorte com os fihotes da #10, a missão original da noite era capturar os filhotes restantes da #28. Como é um lugar fechado e o senhor da construção nos ofereceu ajuda, deixamos a segunda gatoeira lá enquanto iamos tentar outra captura. 

Com dois gatos, retornamos e ele nos informou que apenas um entrou na armadilha e assim finalizamos a noite com o #42 :)

filhotinho braaaaaabo
padrão VAN de pelagem, apenas cauda e cabeça marcadas :)

E hoje também foi a castração de um gatinho da cota social :)

O gatinho foi achado na rua e adotado pela filha da senhora que me pediu ajuda, mas alcançando a maturidade sexual, começou a velha estória de sair e se meter em brigas. Nunca tinha visto um gatinho tão machucado :(

Paguei um taxi e fui buscá-lo perto da casa dela. E à tarde, antes de devolvê-lo, ela me ligou perguntando como ele estava, dizendo que o marido havia brigado por "ter gastado dinheiro com este gato", mas ela e a filha estava com pena e preocupadas pelas andanças dele na rua, pois além dos ferimentos, passava dias fora de casa.

E é esse tipo de pessoa que zela pelos seus bichos é que tenho o prazer de ajudar. 
O projeto custeou metade do valor :)


garotão, 1 ano de idade :)

triturado por brigas :(
presa quebrada :(

nova marcação para os gatinhos da cota social :)
Capturas tão bem sucedidas e o contato com uma pessoa que entende os beneficios da castração e age corretamente, mesmo com tudo contra, foi um otimo começo de semana depois de algumas situações bem desencorajadoras. 

Todos já foram devolvidos e passam bem :)

Ainda temos recurso para mais um gatinho e uma filhote para adoção da cota social antes de encerrarmos pelo ano :)

Irei para SP e me reunirei com a Tatiana, da Confraria de Miados e Latidos, pegarei materiais sobre C.E.D da Conferencia Mundial de Protetores que ela participou em Las Vegas, assimo como discutiremos novos e melhores rumos para o Felinos Urbanos :)

Ter realizado 13 castrações além do número estabelecido para o minimo possivel, é gratificante. 
Ter ajudado tantas vidas, ter melhorado tantos futuros é o que me mantém em frente, mesmo entre as dificuldades.

Mas neste mundo em que as noções mais básicas de respeito e preocupação à pequenas vidas se perderam, é essecial evitar que filhotes sejam vitimas de seres que se chamam humanos.

Também deixo minha gratidão a quem mandou doações e nos possibilitou alcançar esses números até agora :)
Muito obrigada!

2 comentários:

  1. O que você faz não tem precedentes. Cada dia mais orgulhosa de ti =))

    ResponderExcluir
  2. O que você faz não tem precedentes. Cada dia mais orgulhosa de ti (2)
    =^..^=

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.