segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Gatinha #56, Gatinho #57, Gatinha #58 e Gatinho #59

Mais uma da familia das ferais :)

A moça ficou super contente, finalmente todas as gatas foram esterilizadas. Ainda faltam 2 machos do buraco no teto, mas esperamos conseguir capturá-los ainda essa semana. Gatos machos são mais chatinhos, pois eles deixam tudo de lado ao sentirem o cheiro de uma femea no cio, então nunca é possivel saber onde exatamente encontrá-los.

A #56 foi operada bem a tempo, com infecção e utero se desfazendo, certamente teria problemas se tivesse que enfrentar mais uma prenhez. 


mesma marca das outras



Em 22/01, resolvi começar as capturas mais cedo, aproveitando a ausência de lixo nas ruas, menor movimento e inicio do anoitecer, quando os gatos saem dos esconderijos. Fui a um dos matagais e armei a gatoeira enquanto conversava com as moças que estão ajudando com o transporte.

Foi o tempo de ir em casa buscar o resto das coisas, quando voltamos o bonitão já estava loucamente se jogando contra a gatoeira, pensei que ele ia acabar quebrando o nariz, até que finalmente foi para a caixa e se acalmou, pelo menos até a hora da contenção. Limpei o nariz dele durante a cirurgia e a propria medicação da castração irá agir no local :)

Acredito que ele seja parente da #30, pois ambos sempre ficam juntos neste mesmo matagal e são muito parecidos. Gatos amarelos são minoria nesta colonia inicial, além dos que já foram capturados, há um macho grande e sem um olho, um branco com manchas amarelas e mais um magrinho no terreno onde capturamos o #45.




 A #58 foi uma das que escapilu na captura da semana passada. É uma gatinha jovem, super desnutrida. É da mesma area do macho sem olho. Uma outra gata, maior e mais gorda, sempre está rosnando para ela e a deixando acuada. Ela nos reconheceu quando chegamos com a gatoeira e veio pedindo carinho e comida. Apesar de ser mansinha, não quis arriscar pegá-la na luva novamente apenas para estressá-la. 

Parece que finalmente ela entendeu o quanto queriamos ajudá-la e bastou a moça que estava me ajudando levá-la para dentro da armadilha e puxar o pino para ela estar a salvo :)

Sendo tão boazinha e sofrendo tanto com o abandono, logo conquistou o coração de quem a "capturou" e hoje, depois de um bom banho, foi direto para um lar temporário, para se recuperar da cirurgia e da desnutrição e se tudo ocorrer direitinho, será adotada em definitivo :) vamos torcer por essa menininha fofa, apesar de tão novinha já tinha sinais de ter sido mãe :(  e provavelmente não iria demorar para ter outra ninhada. 

lindinha aqui em casa, acordando da cirurgia, toda sujinha
sem mais filhotes, amorzinho :) vá terminar sua infância em paz
orelhinha marcada
já no lar temporário, depois do banho :)
te comporta direitinho, pra ganhar uma familia :)
uma queridinha :)

A noite de capturas terminou com um filhotinho, irmão do #47, com olhos azuis bem clarinhos :)

O bichinho ficou muito estressado com o manejo, nem deu para tirar fotos antes da cirurgia. Hoje de manhã o liberei de volta no terreno. Antes disso, os gritos dele mesmo dentro da caixa, fizeram com que meu proprio gato me atacasse, pois eles odeia os seus iguais :P

Desse terreno ainda faltam as duas femeas brancas e um filhotinho, além do amarelo magrinho.



Será que fechamos o mês com 60 gatinhos ajudados? :)

Muito obrigada a todos que torçem pelo projeto!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.