quinta-feira, 6 de agosto de 2015

10 mitos e inverdades sobre castração em gatos

1- ANIMAIS CASTRADOS FICAM GORDOS/PREGUIÇOSOS

Alguns animais, castrados tardiamente que não possuem uma alimentação adequada e controlada, com horários, realmente podem ter um aumento de peso, mas isso pode ser solucionado com o aumento de ingestão de patê em lata - o que causa o aumento de peso são os carboidratos da ração, que os gatos não conseguem processar por serem carnivoros estritos - e mais brincadeiras com o seu animal ou/e enriquecimento ambiental com rampas, arranhadores, etc, onde eles possam se exercitar. 

brincadeiras também são importantes

 Lembrando que a obesidade de cães e gatos já é uma doença em níveis epidêmicos em vários países do mundo, não se restringindo a animais esterilizados. 

A castração precoce - de filhotes - na grande maioria das vezes evita o sobrepeso dos animais.

Gatos castrados são mais CALMOS e TRANQUILOS em relação ao comportamento sexual, pois não sofrem com stress do cio e reprodução. Imagine você passando dias sem comer, sem beber e sem dormir por uma necessidade instintiva causada por hormonios?

Quer saber mais?

Alimentação seu gato, saiba do básico

4 benefícios do patê de lata para seu gato 
 

2- A CASTRAÇÃO CAUSA PROBLEMAS URINÁRIOS NOS MACHOS

A castração não influencia nos orgãos do sistema urinário do animal, uma vez que apenas os TESTICULOS são retirados.

Na castração precoce ( animais entre 2 a 5 meses de idade ), o TAMANHO DO PÊNIS pode sofrer modificações, pela ausência da testosterona, mas isso não significa que todos os animais castrados precocemente terão problemas urinários.

O número de gatos machos não-castrados que vão para os consultorios veterinários com problemas urinários é grande. Se a culpa fosse somente da castração, nenhum macho intacto teria essas doenças, certo? 

Problemas urinários, assim como nas pessoas, podem ser resultados de varias causas, desde disposição genetica para calculos, baixo PH urinário, disfunções dos rins e, a mais comum, no caso dos gatos, a alimentação inadequada.

dentes feitos para comer.... grãos?

Gatos são animais que precisam de 75% de umidade em seus alimentos, no mínimo, por serem carnívoros estritos. A ração seca possui 7% de umidade e é isso que estes animais comem, muitas vezes, por toda a vida.

 ração seca com 7% de umidade x patê de lata com cerca de 70% de umidade. 
o que você acha que faz mais sentindo para a saúde do aparelho urinário?

É muito cômodo colocar a culpa em uma cirurgia que o animal passará uma vez na vida do que avisar os tutores sobre um manejo ADEQUADO e PREVENTIVO.

Existem gatos não castrados que já tiveram calculo, problemas renais, etc. E existem animais já idosos que comem ração seca a vida inteira e nunca tiveram nenhum problema urinário também.

É irresponsável e irreal colocar na castração a culpa por problemas de saúde que possuem tantos fatores para sua ocorrência.

Quer saber mais?

O que a ração industrializada pode fazer com seu gato?

Grãos são MUITO, MUITO ruins para seus cães e gatos carnívoros

 Cistite felina e cálculos urinários

3- A CASTRAÇÃO É CONTRA A NATUREZA DOS ANIMAIS, DEUS OS FEZ PARA REPRODUZIR, etc etc...

Você teria filhos todos os anos da sua vida? Você teria filhos com todas as mulheres/homens com quem teve relação sexual? Gatas raramente tem somente 1 filhote. As ninhadas podem chegar até 8 filhotes, de diferentes pais.

A natureza também fez homens e mulheres para se reproduzirem assim, mas ninguem com o minimo de bom senso e esclarecimento colocaria tantos filhos no mundo dessa forma.


não existem lares para todos.

Metodos anticoncepcionais como a pilula e camisinha tambem são "contra a natureza", mas você os utiliza, certo?

Imagine a sua filha engravidando em seu primeiro ciclo menstrual, com 12-13 anos de idade.

Uma gata pode engravidar com 5 meses de idade. E com 30 dias após o parto, pode estar prenhe novamente.

4- NÃO VOU TIRAR O DIVERTIMENTO DO MEU ANIMAL

O pênis do gato é cheio de ESPICULAS PENIANAS que arranham a vagina da femea durante o coito. Os gritos não são de prazer.


pênis do gato

Durante o acasalamento eles podem adquirir AIDS e LEUCEMIA FELINAS, que são doenças INCURAVEIS. Machos ficam totalmente destruidos por causa de brigas, podendo perder olhos, pedaços de cauda, serem atropelados atrás de femeas, etc.

Imagine VOCÊ carregando 4-6 bebês na sua barriga, tendo que parir todos eles, sem anestesia e sem ajuda, nas ruas, debilitada, tendo que amamentar e cuidar deles por 2 meses e logo estar gravida novamente?

Isso está longe de ser divertido.

6- GATOS CASTRADOS NÃO VÃO PARA AS RUAS

A castração remove testiculos, ovario e utero dos animais. Não remove pernas nem o instinto territorial dos gatos, que sempre é muito forte e, muitas vezes, é intensificado após a castração.

Em colonias de animais castrados, os mesmos não deixam animais nao-castrados se aproximarem. Se o seu gato CASTRADO sentir o cheiro ou ver outro gato perto de sua casa, na rua dele, etc, tenha certeza de que ele vai fugir para afugentar o invasor.

gatos criados exclusivamente dentro de casa podem viver até os 15 anos de idade

A castração é UMA medida de guarda responsável, mas a criação indoor é a unica forma para protegê-los de agressões humanas, atropelamentos, envenenamentos e outros tipos de mortes estupidas.

7- CASTRAÇÃO É UMA MUTILAÇÃO

Mutilar, de acordo com o dicionário, é DESTRUIR parcialmente. Infligir sofrimento através de corte.

Durante a castração o animal estará plenamente anestesiado durante o procedimento e não sentirá nenhuma dor. Antiinflamatorios, antibioticos e analgesicos também são utilizados para que o pós-operatorio seja o mais seguro e tranquilo possivel, sem dores ou incomodos.



quanto mais jovem o animal, melhor a recuperação cirurgica.

Filhotes de pé, andando e comendo, com 30 minutos após a cirurgia, é algo comum.
A castração dá tranquilidade e melhor qualidade de vida aos animais, além de aumentar sua longevidade. 

8- CASTRAÇÃO NÃO FUNCIONA, MINHA GATA FOI CASTRADA E CONTINUA NO CIO.

O cio é causado por uma resposta hormonal dos ovarios. Na castração
 são removidos o utero e ovários, as gatas não terão mais descargas hormonais e não entrarão mais no cio.

A SINDROME DOS OVARIOS REMANESCENTES é um problema causado quando ovários ou parte dos ovários permamencem no corpo do animal após a cirurgia de castração.


utero e ovários saudaveis em castração minimamente invasiva

O que acontece com femeas com ovario remanescente, além do cio? Elas possivelmente terão PIOMETRA DE COTO - pus no pedaço que ficou do utero - cancer de mama e outros problemas de saúde, como se não fossem castradas, já que o ovario continua a liberar hormonios.

O que fazer? Ultrassom e ter esperança que os ovarios possam ser encontrados e retirados. Uma cirurgia bem mais dificil, de maior incisão e mais cara do que uma castração feita em um lugar decente por um bom profissional.

9- FILHOTES NÃO PODEM SER CASTRADOS / ANIMAIS CASTRADOS FILHOTES NÃO CRESCEM

A castração precoce, oficialmente, nasceu no Oregan  ( EUA ) na decada de 70, pelo Dr.Leo Libberman, após perceber que os animais doados não-castrados por instituições de bem estar animal não eram trazidos para serem esterilizados pelos seus donos e, em pouco tempo, estavam recebendo as ninhadas destes mesmos animais.

A castração precoce assegura que aquele filhote doado NUNCA irá fazer parte do ciclo de abandono novamente.

eles merecem mais do que uma vida de sofrimento e futuro incerto

Quanto ao tamanho dos animais, trecho traduzido da ASPCA Professional:

"Cães e gatos castrados precocemente apresentaram um crescimento maior do radio e ulna. A baixa influência de hormonios sexuais nos ossos resulta em um atraso no processo de "fechamento" das sinfises osseas , causando um aumento de tamanho nos mesmos. E não há significância clinica em relação a essa diferença."

Tambem não podemos deixar de lado os fatores GENETICOS deste animal. Se os pais são grandes, há uma possibilidade dele ficar grande, se os pais forem pequenos ou a mãe sofreu com vermes e desnutrição durante a gestação, os filhotes também podem ficar menores.

10- MEU GATO É LINDO, QUERO UM FILHOTE IGUAL, QUERO PERPETUAR OS GENES, ETC..

Nenhum animal, nem mesmo um clone, é 100% semelhante ao original. O comportamento e indole do animal, além de fatores genéticos de ambos os pais, também sofre inúmeras influencias que nós, humanos, não podemos prever ou intervir. 

Gatos não tem somente 1 filhote. Eles tem 5,6, até 8. Ninhadas pequenas são bem mais raras. O que você vai fazer com todos esses gatinhos? Vai ficar com todos? Vai repassá-los para seus "amigos e parentes"? E eles serão bem cuidados pelo resto da vida? Você irá castrar, vacinar todos eles e arrumar bons lares?

Provavelmente não.

1 entre cada 12 gatinhos encontra um bom lar, um lar de verdade, para ser bem cuidado pelo resto da vida. E se você não encontrar donos para todos? E se envelhecerem na sua casa e começarem a reproduzir? O que você vai fazer?



Existem milhares de animais abandonados que perdem suas vidas precocemente todos os dias pelas ruas, de fome, maus-tratos e outros tipos de sofrimento.

Se informe. Leia, pesquise, pergunte. Seja um bom tutor.

Castração é um ato de responsabilidade e amor.



sábado, 1 de agosto de 2015

Então você quer fazer C.E.D? 8 passos para começar

A CAPTURA, ESTERILIZAÇÃO e DEVOLUÇÃO foi considerado pela ASPCA ( Sociedade Americana para Prevenção de Crueldade Contra Animais ) o “metodo mais humano, efetivo e economicamente viavel para controlar e reduzir a população de felinos pelas ruas” e dezenas de países mundo à fora são favoráveis à prática, entendendo a importancia da castração para evitar e minimizar o sofrimento destes animais eos beneficios para toda a sociedade.

O impacto positivo a curto, médio e longo prazo é claramente visivel logo depois do inicio dessas atividades em uma area urbana, seja ela a rua em que você mora, seu bairro ou até mesmo em toda uma cidade. Os gatos castrados não permitem a aproximação de animais inteiros e, com o tempo, as colônias felinas desaparecem, naturalmente.

Lidar com gatos ferais exige comprometimento, treinamento e sangue frio, pois eles são verdadeiras feras selvagens. Mas, acima de tudo, é necessário muito amor para lidar com estas vidas que apenas são vitimas de nossa irresponsabilidade. Gatos ferais e ariscos são o resultado da não-castração de gatos com donos. 

Aqui iremos descrever um passo-a-passo para você que decidiu embarcar nessa jornada gratificante que é o controle populacional de felinos de colônia 

1- VEJA VÍDEOS SOBRE CAPTURA E ESTUDE TUDO O QUE ENCONTRAR SOBRE C.E.D 

Com o tempo, C.E.D se torna algo rotineiro e automático, mas as primeiras capturas podem ser tensas, por causa do stress dos animais. Assista vídeos, fale com pessoas já experientes no assunto, veja fotos e leia artigos a respeito. Tire todas as suas duvidas antes de começar. C.E.D não é para aqueles fracos de coração. Gatos ferais podem ser criaturas assustadoras no primeiro momento, mas eles apenas estão evitando o contato humano. 



2- ESTEJA CIENTE QUE IRÁ RECEBER CRITICAS

Infelizmente o C.E.D no Brasil ainda é muito novo e criticado por pessoas que não conhecem o processo e intenção da prática. Você será acusado de "abandonar animais", de "não oferecer recuperação cirúrgica", "mutilação no CORTE das orelhas" entre outros absurdos que podem ser refutados com estudos e experiencia por grupos em todo o mundo. 



As criticas irão somente alcançá-lo se você der abertura para isso. E geralmente virão de pessoas que não colocam a castração como prioridade e acreditam que abrigos é o melhor local do mundo para um animal. 

3- ENCONTRE UM VETERINÁRIO QUE FAÇA CASTRAÇÃO COM TÉCNICA DE GANCHO E A MARCAÇÃO INTERNACIONAL NA ORELHA ESQUERDA. 

A castração de técnica de gancho é minimamente invasiva e A ÚNICA FORMA de realmente assegurar uma soltura eficaz e segura para as fêmeas. A incisão é do tamanho de uma unha do dedo mindinho e a sutura na pele é com fio absorvível. 

A incisão reduzida minimiza o risco de hernias e infecções, além de proporcionar uma recuperação mais rapida para as femeas. 



A marcação da orelha esquerda é um procedimento INTERNACIONAL que sinaliza animais beneficiados em ação de C.E.D. Após a castração com o animal ainda anestesiado, a ponta da orelha é pinçada com uma pinça hemostática reta e longa, a lamina do bisturi é esquentada com chama ( não é possivel usar bisturi eletrico, pois estoura, literalmente, a orelha do animal ) e é feito a marcação rapidamente, com a própria lamina aquecida cauterizando o local. 



Sem a marcação não é possível identificar os animais já castrados, o que significa stress de captura sem necessidade, gasto de tempo e recursos e, o pior, risco cirurgico ao colocar um animal já castrado novamente em uma mesa de cirurgia e ter suas vísceras reviradas ( no caso das femeas ) apenas para descobrir que o utero não está mais lá.

4- ADQUIRA UMA GATOEIRA ( ARMADILHA ) 

A gatoeira é instrumento fundamental para a captura de ariscos e ferais. Infelizmente no Brasil não existem muitos modelos disponiveis, mas é possivel começar as atividades com o que temos no nosso mercado e/ou usar a criatividade e manufaturar uma. Modelos de DROP TRAP são os mais bem sucedidos, pela possibilidade de pegar vários animais de uma só vez, rapidez e pela facilidade da captura. 

um dos modelos de gatoeira disponiveis no Brasil 

http://www.stopinset.com.br/gatoeira-capturar-gato-gamba

http://www.fermarame.com.br

5- ADQUIRA UMA GAIOLA DE CONTENÇÃO ( PARA O VETERINÁRIO ) 

A maioria das pessoas nunca viu um gato feral. E a maioria dos profissionais em veterinária nunca viu um animal desses de perto. “Ah, mas eu sei lidar com gato bravo”. Nenhum gato domestico estressado ou amedrontado chega aos pés da ferocidade de um gato feral que está, pela primeira vez na vida, perto de seres humanos. A gaiola de contenção irá assegurar a segurança dos profissionais e do proprio gato, minimizando o tempo de manejo e o stress para o animal. 

gaiola de contenção + luva de proteção doada dos EUA para o Projeto Felinos Urbanos 

http://www.metalvet.com.br/departamentos/canil-e-gatil?product_id=82

6- SE VACINE CONTRA RAIVA E COM A VACINA ANTI-TETÂNICA

A raiva e o tétano são doenças sérias que podem ser adquiridas através de mordeduras e arranhaduras de animais. E, acredite, ao lidar com estes felinos, isso irá acontecer. A profilaxia contra raiva             ( vacinação antes da mordedura ) é feita com 3 doses da vacina em intervalos de tempo que serão decididos pelo médico responsável. 


7- ESCOLHA UMA COLÔNIA E ANALISE TODOS OS ASPECTOS DOS ANIMAIS

Qual o bairro? Quantos animais, machos e fêmeas? Quantos residentes e quantos errantes? Quem é o macho dominante? Qual o horário de movimentação deles? Existe alguma fonte de alimento ( lixeiras de casas, restaurantes, etc ) ou alimentador responsável? Onde eles se reúnem?

Conhecer os aspectos da colonia de atuação ajuda a escolher o melhor dia/horário para as capturas e aumentar as chances de sucesso. 



8- CRIE UMA PÁGINA NO FACEBOOK PARA DIVULGAR O TRABALHO 

O Facebook pode ser uma ferramenta poderosa para divulgação e apoio para trabalhos de C.E.D. Tire fotos dos animais após a castração e enumere-os em ordem crescente. Colocar nomes nos animais não funciona. Com o registro fotográfico você tem ideia da epoca que os gatos foram castrados e mais informações registradas, como cores, idade e sexo. 



Parabéns ao optar pelo C.E.D! É um trabalho árduo, mas muito gratificante, ao vermos que, através da castração, estas vidas felinas possam ganhar em qualidade e anos de vida, sem mais se arriscarem com a reprodução, brigas ou colocando mais filhotes nas ruas.


Ass: Otávia Mello ~ Idealizadora do Projeto Felinos Urbanos